Internauta

Não será aceito conteúdo enviado com todas as letras maiúsculas.
A opinião dos internautas não reflete necessariamente a do site.
As informações desta página são de inteira responsabilidade dos colaboradores.
Todo material recebido será analisado e adequado a página antes de publicado.
ENVIE SUAS MENSAGENS

Dê Adeus a Mágoa

Apesar de fazer doer o coração, ela vive na mente por meio de pensamentos que alimentamos, e quem nos ofendeu, geralmente nem percebeu que cometeu tal ato.
Criamos em nosso mundo mental esses pensamentos negativos que nos faz tão mal e, ninguém esta livre de sentir mágoa. As vezes a mágoa aparece por que alguém realizou algo que não concordamos ou fez alguma coisa que não gostamos. Nos sentimos frustrados e responsabilizamos a outra pessoa, por esse sentimento.
As vezes as expectativas em relação ao outro é maior ou mesmo ilusória; temos que perceber que não há razão em magoar-se. Não se pode esperar que as pessoas façam as coisas exatamente como gostaríamos que fossem feitas.
As coisas nascem muitas vezes dentre de nós por que damos vida a elas, e para não virarmos um poço de mágoas, devemos prestar mais atenção nas coisas reais, aceitando o outro como é, com defeitos e qualidades, principalmente o que ele tem a oferecer da maneira como ele pode oferecer. Isso é abrir mão da ilusão.
Já que criamos essas mágoas, podemos conduzir melhor esses sentimentos e transforma-los em ensinamentos em vez de ficarmos presos na tristeza e nos sentindo desolados. “Percebendo que a magoa me desarmoniza, talvez seja porque eu desejo a harmonia, se ela me tira a paz, talvez eu almeje a paz, ou me deixe muito triste, talvez eu precise fazer algo para me sentir mais alegre e feliz”. Não se deve responsabilizar os outros pelos problemas que são nossos.

Mágoa Fixada

Quando a magoa surge e passa, vem e vai, o desconforto agudo que faz parte das relações pessoais do dia-a-dia, sendo assim, não causa maiores transtornos.
Agora, quando ela fica, essa mágoa crônica pode desencadear estresse, doenças em nosso organismo. Remoer mágoas, desequilibra as emoções e emoções não resolvidas, pode levar a doenças.

A Cura Pode Ser o Perdão

A gente sabe que não vale a pena sofrer, mas acaba sofrendo porque não consegue dissolver as pequenas rusgas, talvez o atalho para livrar-se logo delas é caminhar mais levemente, é se questionar se aquilo foi uma coisa verdadeira ou se incomodou/atingiu apenas o nosso EU.
Não vale a pena sofrer mágoa por conta do orgulho, da competição, da rejeição e que na realidade, não tinha esse propósito, que muitas vezes nos sentimos magoados com algo que é nosso e não do outro, que na verdade o outro nem teve a intenção ou mesmo, se quer percebeu que tocou em um ponto que pega para nós.
É uma armadilha para colher aflição e entrar num escuro sem fim. Sabe, as vezes para perdoarmos o outro, temos que primeiro nos conhecer melhor. Comece a se perceber, aceite-se profundamente, e entender que o outro, apesar de tudo, é uma pessoa igualzinha a nós. Desse modo, se consegue se aproximar do perdão.
O perdão é algo sublime e quando o praticamos nos libertamos de sentimentos inferiores. Quando perdôo, compreendo o outro como ser humano possuidor de tantas dificuldades quanto eu. Por isso, também me perdôo por não conseguir aceitar outro do jeito que é e de ainda ter esse bloqueio.
Perdoar é entender que o outro foi agressivo, rebelde ou repressor porque, na verdade, está num estado de profundo sofrimento. Se não estivesse, não agiria assim. Perdôo porque sinto a grande dor em que o outro está. Assim, saio de dentro de mim, do meu egocentrismo, sou capaz de abrir mão do meu sofrimento e compreender a dor do outro. Nesse momento, o perdão acontece e permitimos nos libertar da mágoa.
Então, permita-se perdoar, permita-se ser feliz.
Nome: Dra. Vera Gaspar
Copyright © 2002-2017 Rudgesbc.com.br - Todos os direitos reservados. | Devenvolvido por Jon Levischi